Por quase toda a história da produção cinematográfica, alguns filmes foram proibidos pela censura de filmes ou organizações de revisão por razões políticas ou morais. Tipicamente, um filme proibido passa por edição para remover cenas explícitas, e depois é re-lançado. A discussão em torno dessa forma de censura voltou com bastante força quando o Ministério da Justiça proibiu a exibição do longa “A Serbian Film” em todo o Brasil, por afirmar que o filme incentiva a violência, pedofilia e outras atrocidades.

A seguinte lista inclui filmes que tenham, em algum momento, sido proibidos para exibição pública. Levamos em consideração a natureza da proibição, a recepção da crítica e a popularidade global do filme.

GROTESQUE

“Grotesque” é um horror japonês de 2009. A história segue a vida de um jovem casal que é submetido a torturas terríveis por seu seqüestrador insano. Por causa de cenas extremamente preocupantes, incluindo arrancar olhos e cenas de amputação, “Grotesque” é proibido em muitos países. O filme foi bastante criticado por sua narrativa que pouco explora o desenvolvimento de seus personagens, ao contrário dos horrores splatter de sucesso, como Hostel ou Saw. Como resultado, o filme recebeu diversas críticas negativas, e foi um fracasso comercial.

MIKEY
[trailer]

Após o lançamento, em 1992, Mikey foi banido em muitos países e ainda hoje é proibido no Reino Unido e alguns países da Europa. Muitas cenas explícitas de tortura e assassinato contribuiram para a proibição, bem como o caso real do assassinato de James Bulger, em 1993, onde dois garotos de 10 anos de idade o torturaram e assassinaram.
O filme narra a vida de Mikey Holt, um sociopata nove anos de idade que mata cruelmente seus pais adotivos e amigos. Muitos de seus cuidadores parecem morrer em “acidentes”, fazendo com que Mikey se desloque de uma família para outra. O enredo do filme aborda principalmente as tentativas Mikey para evitar suspeitas, matando pessoas que desconfiam de suas tendências homicidas.

leia mais: Caso Venables e Thompson | O assassinato de James Bulger

A CENTOPÉIA HUMANA 2 (THE HUMAN CENTIPEDE 2)

[trailer]
Se você já viu ouviu falar do primeiro “Centopéia Humana” (que eu já comentei aqui), você não deve se surpreender que a sequência do filme (que mal foi lançada) já está sendo banida em muitos países. A linha central da trama envolve um cientista louco holandês que seqüestra um trio de turistas e cirurgicamente junta-os, boca ao ânus. O primeiro filme foi fortemente criticado por não retratar qualquer uma das vítimas no filme como algo além de objetos a serem brutalizados, degradadas e mutilados para a diversão e excitação do personagem central, bem como para o prazer do público.

“Centopéia Humana 2” tem estreia prevista para outubro de 2011, mas uma classificação para distribuição no Reino Unido já foi negada. O diretor Tom Six declarou que “a sequência contém muito mais sangue do que o original”. O novo filme também contém uma maior “centopéia” envolvendo doze pessoas além de cenas de estupro e masturbação.

leia mais: Porque “Centopéia Humana 2” foi banido no Reino Unido

SCUM

[trailer]
Scum é a história dura e chocante da vida em uma prisão britânica (Borstal) para jovens infratores durante os anos 1970. O filme foi originalmente banido totalmente da televisão por causa de sua representações gráficas de racismo, estupro, suicídio e violência. Foi, no entanto, totalmente refeito em 1979, com a nova versão estrelada por Ray Winstone, uma jovem em seu primeiro papel de destaque, como Carlin. A versão refeita de Scum recebeu boas críticas e foi elogiado por sua descrição precisa de um regime brutal numa prisão.

O regime atual em borstals (reformatórios ingleses) no momento envolvem pouca ou nenhuma reabilitação, com muitos meninos sendo brutalmente espancado por guardas muito mais velhos do que eles. Os prisioneiros sobreviveram através da adoção de uma mentalidade de “cão-comer-cão”, e o filme brilhantemente retrata isso através do personagem Winstone, mostrando como ele sobe ao topo da hierarquia e se torna o “daddy”.

UM FILME SÉVIO (A SERBIAN FILM)

[trailer]
Proibido na Espanha, Noruega e Brasil, “A Serbian Film” é, sem dúvidas um dos filmes mais controversos de todos os tempos. Os fatores que contribuem para a proibição do filme incluem cenas de estupro infantil, incesto, necrofilia, mutilação e assassinato, entre outros. O filme recebeu críticas mistas dos críticos, alguns dos quais o condenou por sua extrema violência sexual. O enredo gira em torno de um ator pornô aposentado, que concorda em participar de um último filme por causa de problemas financeiros. Após o início das filmagens, ele percebe que entrou num projeto perturbador do qual não há escapatória.

leia mais: “Existem filmes mais chocantes”, avalia curador sobre longa censurado no Panorama de cinema em Salvador

Entrevista: Diretor de ‘Serbian Film’ diz: ‘Se quer entretenimento, não veja’

ASSASSINOS POR NATUREZA (NATURAL BORN KILLERS)

[trailer]
“Assassinos por natureza” foi lançado em 1994, dirigido pelo polêmico Oliver Stone. O filme foi uma adaptação de um roteiro escrito por Quentin Tarantino para o seu primeiro longa. O filme conta a história de Mickey Knox (Woody Harrelson) e Mallory Knox (Juliette Lewis) um casal que se une pelo desejo que um sente pelo outro e por amarem a violência. Eles matam algumas dezenas de pessoas em 3 semanas, mas sempre deixam alguém vivo para contar quem fez os crimes. O filme foi totalmente proibido na Irlanda, e teve a distribuição negada nos EUA. Depois de um corte de aproximadamente quatro minutos de imagens, a MPAA (Motion Picture Association of America), permitiu sua distribuição.
O filme é extremamente controverso, uma vez que glorifica os atos de assassinato, com os assassinos notórios aparecendo em capas de revistas e camisetas em várias cenas, quase como celebridades. Existem também alguns casos de assassinatos reais que podem ter sido inspirados pelo filme. O mais famoso é o massacre de Columbine High School. Eric Harris e Dylan Klebold mataram doze pessoas durante um tumulto, enquanto supostamente gritavam citações do filme. Eles também usavam roupas durante o massacre semelhante à de Mickey Knox na cena de abertura do filme.

A MORTE DO DEMÔMIO (THE EVIL DEAD)

[trailer]
Lançado em 1981, The Evil Dead narra a história aterrorizante de cinco estudantes universitários de férias em uma cabana isolada. Suas férias torna-se um pesadelo quando eles encontram uma fita de áudio que libera os maus espíritos. O filme de terror de baixo orçamento foi muito bem recebido pela crítica e bem-sucedido nas bilheterias.

Devido à sua violência gráfica e terror, The Evil Dead é proibido em vários países, incluindo a Finlândia, Alemanha, Islândia e Irlanda. Talvez a cena mais perturbadora é quando uma jovem é estuprada por uma árvore (?) possuída por um espírito maligno. Esta cena em particular, foi fortemente criticada por ser perversa e misógina, apesar do sucesso global do filme. Cenas fortes de desmembramentos também são mostrados, assim como várias cenas de tortura.

HOLOCAUSTO CANIBAL (CANNIBAL HOLOCAUST)

[trailer]
“Holocausto Canibal” é um filme de terror italiano, que até hoje é proibido em mais de cinqüenta países. Após seu lançamento, o diretor Ruggero Deodata foi preso e acusado de homicídio, depois que rumores sugeriram que “Holocausto Canibal” era um filme snuff (filme que contém cenas reais de assassinato). Mais tarde ele foi inocentado de todas as acusações, após provar que os atores que participaram do filme estavam vivos.

Filmado na Amazônia, o filme conta a história de quatro documentaristas de tribos que embrenham-se na selva para filmar indígenas. Dois meses mais tarde, depois que o grupo não retorna, o famoso antropólogo Harold Monroe viaja em uma missão de resgate para encontrá-los. Ele consegue recuperar as latas de filme perdidas, que revelam o destino dos cineastas desaparecidos.

Durante as filmagens, sete animais foram sacrificados. Um exemplo inclui uma cena onde um macaco foi decapitado, e os membros da tribo se ajuntam para devorar o seu cérebro. “Holocausto Canibal” também envolveu cenas de extrema violência, incluindo empalamento de vários personagens. É considerado como um dos filmes mais repugnante e controversos já feitos.

O MASSACRE DA SERRA ELÉTRICA (THE TEXAS CHAINSAW MASSACRE)

[trailer]
Após o lançamento em 1974, “O massacre da serra elétrica” foi banido em muitos países, e inúmeros cinemas pararam de exibir o filme depois de receber queixas sobre as cenas de extrema violência. O filme foi comercializado como uma história verdadeira para atrair um público mais amplo, embora o enredo seja totalmente ficcional. Na realidade, o filme foi inspirado pelo crimes do serial killer, Ed Gein, que ficou famoso por assassinar e coletar partes de suas vítimas, como mamilos, máscaras de pele e cabeças, e mantendo-as em sua casa.

O filme gira em torno de cinco amigos que, durante uma viagem até uma pequena cidade do Texas, são sistematicamente perseguidos e assassinados por um homem mascarado com uma motosserra em punho e sua família de canibais. Apesar de uma má recepção inicial do filme pela crítica na época de seu lançamento, “O massacre da serra elétrica” se tornou a maior bilheteria de filme independente de todos os tempos em pouco tempo. Ele é considerado como um dos filmes de terror mais influentes da história do cinema, e um pioneiro no gênero “slasher”.

O EXORCISTA (THE EXORCIST)

[trailer]
“O Exorcista” foi lançado nos cinemas em 1973. O filme, desde então, teve um efeito avassalador sobre a cultura popular e é descrito por alguns como o filme mais assustador de terror de todos os tempos. É também uma das maiores filmes bilheterias de todos os tempos, arrecadando US$ 441million todo o mundo. “O Exorcista” foi proibido em muitos países por ser terrivelmente assustador, e em alguns casos por motivos religiosos. O filme afetou o público tão fortemente que, em muitos cinemas, os paramédicos foram chamados para tratar pessoas que desmaiaram e outras que entraram em estado de histeria. No Reino Unido, O “Exorcista” não estava disponível até 1990, quando passou pela British Board of Film Censura (BBFC), com uma classificação de 18 anos.

“O Exorcista” conta a história de uma jovem que se torna possuída por um demônio. Os eventos que cercam o comportamento da menina e exorcismo subseqüentes compõem o enredo principal. Ao contrário de outros itens na lista, violência excessiva não é um fator que contribui para seu status proibido. “O Exorcista” é um thriller psicológico e usa um enredo inteligente e até mensagens subliminares para aterrorizar o público.

———-

O que você acha da proibição desses filmes? Será que a censura é mesmo a maneira mais eficaz de banir produções como essas? Opine.

Tags: , , , ,